sábado, 28 de novembro de 2015

DIA DE FAXINA NA ALMA


    Hoje dediquei o dia para fazer uma faxina na minha alma. Nesse tipo especial de limpeza, a Vassoura é a Mente e o Detergente é o Pensamento. Antes de começar esse trabalho, fiz uma prece ao Supremo Deus que mora no Santuário do meu Coração, suplicando-Lhe as suas bênçãos para o êxito do trabalho. 
    Comecei com todo cuidado e amorosidade. Serenamente,  com um pensamento tranquilo e confiante, fui adentrando nos compartimentos de minha alma e, com todo cuidado, comecei a limpar as sujeiras que encontrei. Elas  tinham a forma de mágoa,  inveja, ciúme,  falta de perdão e muito mais. 

  Quando olhei para uma mágoa antiga, que estava escondidinha num canto escuro da sala do meu subconsciente, fiquei espantado e me perguntei: como fiquei magoado com uma tolice dessas?
   Mas logo me lembrei que, na época em que guardei essa mágoa, não tinha a percepção e a consciência  que tenho hoje. Alguém ofendeu o meu Ego e eu pensei que estava sendo atingido. Hoje compreendo que, quando o Ego é ferido, ele diminui de tamanho e o  amor cresce em nosso coração.

  Feliz com essa forma diferente de pensar, projetei sobre a mágoa, através do pensamento,  a luz dessa nova compreensão e, como num passe de mágica,  ela se dissolveu, como se fosse uma bolha de ar. Fiz assim com outras sujeiras antigas.
    Senti-me como uma criancinha papocando as bolhinhas de ar feita com sabão. Depois dessa faxina, minha  alma ficou mais limpa e leve.
   Nos próximos sábados, vou fazer novas faxinas até alcançar um grau de limpeza, que permita que o Senhor que mora na Santuário do meu  Coração possa passear alegremente por todos os compartimentos de minha alma.
   Quando isso acontecer, tenho certeza que  irei experienciar a alegria sem causa, a compaixão infinita, amor impessoal, paz, sabedoria e muitas outras bênçãos. Este Senhor que mora no nosso Coração tem a  fama de ser  a Fonte da Verdadeira Felicidade. Não só acredito, mas tenho certeza que isso é verdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário